Suspeitos de roubo de US$87 milhões em criptomoedas são detidos na China

O Banco Industrial e Comercial da China (ICBC), um dos quatro maiores bancos estatais do país, está desenvolvendo um sistema de Blockchain para autenticação de certificados digitais e armazenamento de dados.

Publicado em 20 de agosto de 2018 por

A polícia chinesa prendeu três suspeitos por roubo de Bitcoins e outras criptomoedas no valor de US$87 milhões. Isso foi relatado pelo portal Xinhua.

A investigação durou vários meses. Suspeitos foram presos em Pequim e nas províncias de Hunan e Changchun, na China. Representantes de agências policiais notaram que várias empresas de Internet não identificadas prestaram assistência às autoridades no âmbito de ações investigativas.

Sabe-se que em março, uma vítima chamada Zhan, relatou o roubo de criptomoedas no valor de US$14,5 milhões de seu computador. Primeiro, a polícia descobriu os dados de um suspeito chamado Zhou, e em seguida, soube sobre seus cúmplices.

A investigação revelou vários ataques cibernéticos cometidos pelo grupo contra redes corporativas e privadas. Como resultado, os atacantes conseguiram roubar US$87 milhões em criptomoedas.

A polícia acrescentou que a investigação continua. O caso, no entanto, já se tornou um dos maiores em termos da quantidade de ativos criptomonetários roubados.

Por fim, lembramos que anteriormente, a polícia chinesa deteve uma pessoa suspeita de roubo de eletricidade para mineração de Bitcoin. No que diz respeito a isso, mais cinco pessoas estavam sendo investigadas. É possível ler mais sobre isso aqui.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment