Telegram lança passport, serviço de autorização

O CEO do Telegram, Pavel Durov, informou à Securities and Exchange Commission (SEC) sobre a atração de US$850 milhões de 94 investidores no segundo round privado do projeto TON. O valor mínimo requerido para investimento era de US$1 milhão.

Publicado em 27 de julho de 2018 por

A equipe do Telegram introduziu o Passport, um serviço de autorização. Isso foi relatado no blog da empresa.

O Passport é um mecanismo de autorização para serviços que exigem que dados pessoais (por exemplo, aplicativos financeiros, projetos de ICO, etc.) sejam inseridos.

Telegram lança Passport, serviço de autorização. BTCSoul.com

Segundo representantes da empresa, o mecanismo de autorização do novo serviço é protegido por criptografia de ponta-a-ponta, e no futuro, seus desenvolvedores planejam transferir todas as informações do Passport para uma nuvem descentralizada.

“Em breve, adicionaremos a verificação de terceiros ao Telegram Passport. Dessa forma, alguns serviços nem precisarão pedir os dados. Em vez disso, eles poderão confiar no fato de que a conta do Telegram foi verificada, e de que a pessoa que a usa é real”, apontou o blog da empresa.

Com ajuda do Telegram Passport, usuários poderão transferir serviços com segurança para endereços de e-mail e números de telefone, bem como para digitalizações de passaportes e outras informações pessoais importantes.

O primeiro serviço a empregar o Passport foi o sistema ePayments, de pagamentos. Representantes do Telegram também publicaram um guia sobre como conectar seu recurso ao novo sistema de autorização.

Ainda em menção ao Telegram, lembramos que anteriormente, a rede social arrecadou US$850 milhões de 94 investidores no segundo round de sua ICO privada. Antes disso, na fase de pré-venda, o projeto havia conseguiu atrair US$850 milhões de 81 investidores.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment