Tribunal rejeita processo sobre informações privilegiadas contra Coinbase

O juiz distrital Paul Otken negou à gigante chinesa do comércio eletrônico, Alibaba Group Holdings, a proibição preliminar do uso de um nome similar pela Alibabacoin Foundation, uma empresa criptomonetária localizada em Dubai.

Publicado em 29 de outubro de 2018 por

O Tribunal Distrital Federal do Distrito Norte da Califórnia rejeitou uma ação judicial contra a plataforma Coinbase, anteriormente acusada de uso de informações privilegiadas ao listar o Bitcoin Cash.

O arquivo do caso afirma que o autor Jeffrey Burke, do Arizona, não forneceu suficientes evidências de uma violação pela Coinbase. Foi relatado também que não existe nenhuma base legal na reivindicação de Burke para consideração da mesma.

“Não está claro para o leitor do processo que a Coinbase deveria ter feito diferente ou por que a listagem do Bitcoin Cash deveria ser mais suave se a Coinbase fizesse tudo como Burke considera necessário”, salientou o documento do caso.

Jeffrey Burke tem 18 dias para contestar a decisão do tribunal.

Lembramos que a listagem do Bitcoin Cash na Coinbase ocorreu no dia 19 de dezembro. Depois disso, a taxa dessa criptomoeda cresceu 130% em apenas 48 horas: de US$1.865 para US$4,3 mil. Um processo foi aberto contra a empresa em março. A plataforma de negociação foi acusada de “inflar artificialmente” o preço do Bitcoin Cash através de negociações baseadas em dados privilegiados.

Após a conclusão de uma investigação interna, os analistas da Coinbase informaram que não encontraram evidências de qualquer uso de informações privilegiadas.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment