Twitter explora possibilidades de Blockchain para combater fraudes

Apesar das anteriores declarações por parte da administração do Twitter sobre a intenção de "resolver" a questão das contas fraudulentas, a popular rede social ainda não conseguiu fazê-lo. As recentes mensagens com a promessa de uma recompensa monetária sólida – desta vez assinadas pelo fundador da Telegram, Pavel Durov – servem como uma prova disso.

Publicado em 6 de setembro de 2018 por

Jack Dorsey, o chefe do Twitter e a startup Square, de pagamentos, disse durante as audiências no Congresso na quarta-feira, 5 de setembro, que sua empresa está explorando as possibilidades de usar a tecnologia de Blockchain para combater fraudes. Isso foi relatado pela CoinDesk.

“Você já tinha expressado interesse no uso generalizado da tecnologia de Blockchain, incluindo as possibilidades de identificação, para lidar com informações falsas e combater golpistas. Quais possíveis aplicações da Blockchain você vê?”, perguntou Doris Matsui, representante da Califórnia, em uma reunião do Comitê de Energia e Comércio.

O chefe do Twitter observou que a Blockchain é ideal para estabelecer relações de confiança no mundo digital. Isso é especialmente importante, dada a abundância de contas falsas que inundaram a rede social na tentativa de enganar os usuários e roubar suas criptomoedas.

“A primeira coisa que precisamos fazer é começar a estudar os problemas que precisamos resolver e quais já estão sendo resolvidos, e então olhar para as tecnologias disponíveis e entender quais delas nos ajudarão a melhorar o resultado. Eu acho que a Blockchain é uma tecnologia que tem um potencial imenso e inexplorado, especialmente em áreas de confiança distribuída e potencialmente, na aplicação da lei distribuída. Ainda não atingimos o nível necessário de compreensão sobre como poderíamos aplicar essa tecnologia aos problemas enfrentados pelo Twitter. Mas temos pessoas que estão trabalhando nisso”, respondeu Jack Dorsey.

Anteriormente, Jack Dorsey afirmou que em 10 anos, o Bitcoin será a única moeda do mundo, contornando a importância do dólar americano.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment