O projeto Bancor introduziu uma carteira móvel que permite a conversão descentralizada de várias criptomoedas.

No dia 9 de julho, às 00:00 UTC, intrusos hackearam uma carteira na plataforma Bancor, o que resultou na perda de 24.984 ETH (US$12,5 milhões) e 229,35 milhões de NPXS (US$1 milhão).

Conforme observado pelos desenvolvedores, a carteira comprometida foi usada para atualizar um contrato inteligente. Foi através dele que os hackers conseguiram retirar fundos da plataforma Bancor.

Vale ressaltar que a equipe do projeto foi capaz de congelar a retirada de 3,2 milhões de BNT (US$10 milhões), uma vez que, a fim de minimizar os danos à comunidade, o protocolo da plataforma fornece uma rápida resposta a possíveis ameaças.

Atualmente, o projeto está trabalhando ativamente com dezenas de corretoras criptomonetárias para rastrear fundos roubados e impedir sua venda por intrusos.

Vale ressaltar que, no último dia, o preço do BNT, apesar do sucesso no congelamento da retirada de tokens nativos da plataforma, mostrou uma queda de 12,7%.

Dados fornecidos por: CoinMarketCap

A Bancor permite a troca de tokens ERC-20 por meio de contratos inteligentes fora das plataformas de negociação.

Lembramos que para a sua ICO, o projeto atraiu US$140 milhões em apenas três horas.