A receita anual da plataforma de compra e venda física de Bitcoin, LocalBitcoins, foi de mais de 22 milhões de euros (cerca de US$27,2) em 2017, quase três vezes mais que os mesmos indicadores em 2016. Esses dados foram fornecidos pelo fundador e CEO da empresa finlandesa, Nikolaus Kangas

Apesar da concorrência da criptomoeda nacional El Petro, promovida pelo Estado, o volume de negociações de Bitcoin via LocalBitcoins na Venezuela alcançou altas recordes. Na semana passada, por exemplo, o volume de negócios no site P2P foi de 1974 BTC, sendo que uma semana antes, ele foi de 1743 BTC. Assim, em apenas sete dias, o aumento foi de 11%.

Muitos defensores das finanças tradicionais criticam o Bitcoin por sua alta volatilidade. No entanto, apesar do fato de o ativo ter caído em mais de 80% desde o começo do ano, para os venezuelanos, o BTC continua sendo um meio muito importante de preservar valor.

Observe que não há estatísticas oficiais envolvendo a inflação neste país latino-americano tão rico em petróleo. Entretanto, especialistas do Fundo Monetário Internacional estão confiantes de que até o final do ano, a taxa de inflação na Venezuela poderá ter atingido 1 milhão por cento. Segundo alguns relatos, por lá, os preços dobram a cada mês que passa, o que talvez alavanque a taxa de inflação em 2019 a somas apocalípticas, como 10.000.000%.

Venezuela e El Petro

el petro venezuela

Recentemente, Nicolas Maduro, o presidente da Venezuela,  decidiu compartilhar sua experiência “avançada” de reformas monetárias com a Rússia. Em particular, ele propôs usar a criptomoeda El Petro nos assentamentos para petróleo.

Nos últimos tempos o presidente venezuelano e sua criptomoeda estatal estão envolvidos em várias notícias, sendo uma das mais impactantes para com o povo da Venezuela: autoridades venezuelanas decidiram converter pensões dos seus cidadãos em El Petro.

Antes, os aposentados recebiam dinheiro e depois transferiam para uma conta bancária e em seguida tinha acesso aos fundos, contudo, agora funcionará de outra forma, e as autoridades venezuelanas converterão os bolívares de aposentados em El Petro. Segundo noticiado pelo jornal local Caracas Chronicles, agora, para ter acesso aos seus fundos, os habitantes venezuelanos precisam executar uma operação complexa.