A novela do fork bitcoin

Os mineiros agora precisam apontar o suporte para o SegWit, já que as atualizações técnicas exigem que 95% dos mineiros demonstrem suporte para a mudança por duas semanas para serem ativados.

Publicado em 6 de novembro de 2016 por

A novela do fork bitcoin. Não foi uma piada inocente, quando um dos oradores na primeira conferência de mineradores da china brincou dizendo que se a plateia lançasse um ataque de 51% contra a rede do bitcoin, ela provavelmente conseguiriam o feito.

Ao longo de um fim de semana nublado, cerca de 250 pessoas (a maioria dos mineiros reunidos em Chengdu) encheram uma sala de conferências, para um evento chamado China Miners ‘Conference, um evento promocional, principalmente organizado pela maior comunidade de mineração Bitmain. Mas, eles vieram por mais do que a famosa comida picante da província.

Publicidade

Publicidade

Sichuan adquiriu a reputação de ser o centro da mineração bitcoin, já que sua energia hidrelétrica (que enfrenta uma séria questão de excesso de oferta) atraiu hordas de mineradores, para montar fazendas de mineração no centro de dados.

Mas os mineiros não são as únicas pessoas que você encontraria no evento. Alguns estavam lá para passar cartões de visita e dizer que têm acesso à energia barata ou podem ajudá-lo a construir grandes fazendas de mineração de forma mais rentável, ansiosos para lucrar com a mineração.

Mas, ao contrário daqueles que estão fazendo lucro para facilitar os mineiros, Huang Shiliang, mais conhecido por seu apelido online Lightening, não tem um serviço ou produtos para vender. Pelo contrário, o popular escritor, está aqui com uma ideia que mantém a mesma promessa, supostamente, para ajudar os mineiros a aumentarem sua margem de lucros.

Publicidade

Publicidade

No palco, Huang é um orador com uma inclinação a fazer reivindicações extraordinárias, e seus comentários sobre aumentar o bloco do bitcoin são incomuns para pessoas ocidentais, uma vez que novas soluções técnicas têm dominado esta discussão.

 Em sua palestra, Huang falou longamente sobre como ele se interessou pela primeira vez em bitcoin, começando em 2014, quando ele disse que estava intrigado com o lucro potencial.

“Em 2014, eu comprei um monte de bitcoins, naquela época, essas velhas mãos me disseram que em 10 anos, um bitcoin vai valer US $ 10.000. Pensei que se isso fosse verdade, eu serei rico até lá”, disse ele.

“Hoje, eu vim com uma pergunta: Quanto tempo você quer minerar?” Huang disse.

Isso causou uma palpável agitação no ar, resultando em gritos como:

‘Para sempre!’ ‘Para a vida!’.

“Minha resposta é 8 anos”, ele disse, parando para romper o suspense.

Ao abordar uma audiência de mineiros, ao que parece, não há melhor maneira de abrir do que perguntar quanto tempo eles pretendem estar no negócio.

Blocos completos 

Os comentários mais notáveis de Huang abordaram a questão do dimensionamento, ou como o bloco bitcoin poderia ser atualizado para acomodar um maior volume de transações.

Em vez de se concentrar em soluções incrementais (como Segregated Witness, introduzido na última atualização de software bitcoin), ele adotou uma abordagem oposta, argumentando por agressivas táticas de escala de cadeia que ganharam uma notável minoria de entusiastas.

Ainda assim, quando Huang abordou o assunto, sugeriu que os mineiros “determinariam muito” como a rede bitcoin se expandirá. Ele, então, se voltou para a tela do projetor onde alguns gráficos retirados do serviço de dados Bitcoin, Blockchain.info estavam em exibição. “Por que nenhum crescimento?” Indagou, mostrando no gráfico que a rede não teve nenhum crescimento no ultimo semestre. “Porque os blocos estão cheios! Consulte este gráfico, ele mostra que os blocos estão cheios nos últimos noventa dias.”

Huang posicionou esta limitação técnica como uma que deve ser considerada de uma perspectiva econômica, que o espaço limitado levaria a taxas mais elevadas, afastando potenciais usuários bitcoin.

“Muitas pessoas estão defendendo isso. Porem quanto maior a taxa, menor será a quantidade de usuários, existem muitas outras blockchains, as taxas vão diminuir e não existirá nenhuma razão para as pessoas usarem o bitcoin. Essa deficiência da blockchain do bitcoin poderá fazer com que outras criptomoedas ocupem um espaço que hoje é ocupado pelo bitcoin.

Incentivo do lucro 

Em face disto, Huang discutiu como o atual limite de 1MB em transações por bloco seria aumentado para 2MB, 8MB ou “removido completamente”.

Alegou que blocos maiores seriam melhores para os mineiros e mais lucrativos.

“Aqui está o raciocínio: se o tamanho do bloco crescer, como os mineiros serão afetados? Daqui a oito anos, suponha que o tamanho do bloco seja de oito gigabits (tenha em mente isso é puramente hipotético) então a taxa de transação diária será 1.000 vezes de hoje, que é 59 BTC, passando para 59.000 BTC. Se você ainda possui 1/100 da hashrate total, você terá 500 BTC, que será uma quantidade enorme, esta é a prova matemática de que grandes blocos você vão ganhar mais taxas de transação”, ele disse.

Huang deu um passo adiante, argumentando que blocos maiores dariam ao hardware de mineração mais longevidade. Certamente, essa é uma questão que atinge muitos mineiros uma vez que fala diretamente sobre a carteira deles. 

“Se aprovarmos uma lei que limita que o mundo inteiro só pode processar três toneladas de aço, obviamente o equipamento mais avançado eliminará o antigo”, disse Huang.

Ele também convidou os participantes a prever uma Internet que era limitada em como forneceria confirmação de dados. Diante disso, Huang defendeu que os mineiros mudassem para pools que sustentassem blocos maiores, com base no fato de ser o melhor caminho de longo prazo para aumentar a capacidade da rede.

Depois de mais algumas questões elaboradas, todos começaram a se perguntar qual seria a sua solução, ele propôs: blocos maiores.

Huang disse:

“Isso é controverso e eu posso ser um pouco extremo, mas vou dizer de qualquer maneira, que é mudando seu hashrate para aquelas as pools que apoiam o aumento.”

Ciência confusa

De notar, é que suas observações desde então têm sido criticadas por desenvolvedores do bitcoin, que citam pesquisas que sugerem que os comentários feitos por Huang são equivocados devido à forma como o valor do bitcoin é determinado.

Em particular, os desenvolvedores do Bitcoin Core citaram o trabalho de pesquisadores de Princeton que descobriram que bitcoin era instável sem um valioso subsídio de bloco, uma descoberta que parece contradizer as afirmações de que esse aspecto da cadeia de bloqueios poderia ser calculado de forma mais dinâmica.

Além disso, os desenvolvedores afirmam que os mineiros não seriam capazes de mudar unilateralmente para uma nova cadeia de blocos, pois precisariam do consentimento de nós completos (que servem ao papel de validar transações) e consumidores, que precisariam querer usar a cadeia de bloqueios para o comércio.

Ainda assim, resta saber se os argumentos técnicos serão capazes de influenciar os mineiros à apoiar uma alternativa mais incremental.

Os mineiros agora precisam apontar o suporte para o SegWit, já que as atualizações técnicas exigem que 95% dos mineiros demonstrem suporte para a mudança por duas semanas para serem ativados.

E segue a novela, segwit, fork, hard fork, soft fork, o que fazer? A blockchain do bitcoin precisa de uma atualização, ao menos com isso todos concordam. Porem, de que forma ela será feita, ai esta a complicação. Para um fork seguro, é preciso consenso, mas ao que parece ele distante no momento. Vamos torcer para que ele ocorra logo, e que o segwit que está previsto para o natal não nos traga um presente de grego.

Artigos relacionados:

A blockchain do Bitcoin

Bitcoin hard fork or not? That’s the question!

https://www.btcsoul.com/2016/11/01/feliz-natal-segwit-chegou/

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment