Argentina contará com 4 mil ATMs de Bitcoin, Ethereum e Litecoin

Após mudanças nas regras atuais do Banco Central da Argentina – graças às quais várias empresas puderam instalar novos caixas eletrônicos no país – o Odyssey Group anunciou planos para de lançat 4 mil terminais.

Publicado em 2 de Maio de 2018 por

Após mudanças nas regras atuais do Banco Central da Argentina – graças às quais várias empresas puderam instalar novos caixas eletrônicos no país – o Odyssey Group anunciou planos para de lançat 4 mil terminais. Vale ressaltar que o grupo já declarou apoio bilateral não apenas ao Bitcoin, mas também ao Ethereum e Litecoin. Isso foi relatado pela Trustnodes.

“Não serão apenas pontos de venda. Esses caixas eletrônicos poderão ser usados para comprar cartões pré-pagos, comércio eletrônico, realizar transações na Blockchain e com moedas criptográficas e obtenção de micro empréstimos. Temos acordos preliminares para a instalação de 4 mil ATMs e pretendemos atingir a marca de 5 mil dentro de dois anos”, afirmou o CEO do Odyssey Group, Sebastian Ponceliz.

No ano passado, a empresa anunciou o lançamento de ATMs de 200 bits, cuja característica era o suporte à várias moedas e a possibilidade de sua conversão em várias direções.

Os novos dispositivos permitirão não só sacar dinheiro de um cartão bancário, mas também desempenharão funções de carteira eletrônica – os caixas eletrônicos poderão “se comunicar” com smartphones para operações com Bitcoin, Ethereum e Litecoin. Como observa o jornal, o custo de um desses caixas eletrônicos é de US$8,5 mil – espera-se que, devido aos lucros das comissões, eles sejam pagos em apenas seis meses.

Lembre-se que em novembro do ano passado, o conglomerado industrial sul-coreano Hyosung, também envolvido na produção de caixas eletrônicos, acrescentou a possibilidade de comprar Bitcoins em seus dispositivos.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment