Desenvolvedores nChain publicam cliente de Satoshi Vision para rede Bitcoin Cash

No dia 15 de maio, foi minerado o bloco de número 530.356 na rede Bitcoin Cash, e dentro dele ocorreu o fork, que resultou no aumento anteriormente anunciado de 8 para 32 MB.

Publicado em 22 de outubro de 2018 por

A divisão da rede Bitcoin Cash em duas cadeias separadas está mais próxima depois que os desenvolvedores da nChain publicaram uma versão pré-lançamento do cliente Satoshi Vision.

Como afirmado por representantes da nChain, o Bitcoin SV 0.1.0 será o começo da realização da “verdadeira visão” de Satoshi Nakamoto, que descreveu o Bitcoin como dinheiro eletrônico.

Entre as principais características técnicas do novo cliente, pode-se distinguir o aumento do limite do tamanho do bloco de 32 para 128 MB e a implementação de quatro chamados opcodes de Satoshi: OP_MUL, OP_INVERT, OP_LSHIFT e OP_RSHIFT.

O mais importante é que esta versão é incompatível com as alterações no algoritmo de consenso apresentado na versão mais recente do Bitcoin ABC, o maior cliente do nó completo de Bitcoin Cash. Entre outras coisas, desenvolvedores do Bitcoin ABC introduziram a simplificação das transações canônicas, que, segundo eles, forneceria uma oportunidade para uma “impressionante escalabilidade on-chain” da rede e também adicionariam OP_CHECKDATASIG, um novo opcode (código operacional) que tornaria o BCH compatível com oráculos e swaps atômicos entre as plataformas.

O hardfork na rede Bitcoin Cash está marcado para dia 15 de novembro, e o confronto entre os dois campos, caso a situação não mude radicalmente no tempo restante, levará a uma divisão da rede em duas cadeias independentes.

Vale notar que anteriormente foi feita uma tentativa pela equipe de desenvolvimento do Bitcoin Unlimited de trazer os dois grupos opostos para um compromisso. No dia 13 de outubro, eles apresentaram uma nova versão do cliente BU 1.5.0, que não apenas suporta atualizações do Bitcoin ABC, mas que também está pronto para adicionar suporte ao Bitcoin SV.

Outro bem conhecido e inesperado player nesta complexa situação pode ser o notório coproprietário do site Bitcoin.org, Cobra, que recentemente declarou abertamente seu apoio ao Bitcoin Cash. Em agosto, ele anunciou sua intenção de lançar seu próprio software para a rede BCH, que suportaria a versão Bitcoin ABC. No entanto, no momento, esta afirmação permanece sem provas.

Lembramos que um mês atrás, duas pools associados a Craig Wright conseguiram por algum tempo estabelecer controle sobre mais de 50% do hashrate total do Bitcoin Cash. No entanto, enquanto a pool CoinGeek continua sendo um dos maiores da rede, a participação do BMG Pool durante esse período caiu de 21,5% para 9,72%.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment