Hackers que atacaram Coincheck tentam mover fundos roubados

Os hackers que roubaram 500 milhões de tokens NEM (XEM) da corretora japonesa Coincheck no final de janeiro, podem, no momento, já ter lavado a maior parte dos fundos. Isto foi relatado pela Nikkei com referência aos dados de pesquisa da empresa L Plus, baseada em Tóquio e especializada em segurança cibernética.

Publicado em 31 de Janeiro de 2018 por

A NEM Foundation rastreou os fundos roubados – que totalizavam 58 bilhões de ienes (US$533 milhões) – em XEM até um endereço anônimo, do qual os atacantes começaram a movimentá-los para seis Exchanges ao mesmo tempo. Isso foi relatado pela Reuters.

“Estão tentando distribuir os fundos entre várias corretoras. No momento, estamos em contato com essas plataformas”, afirmou Jeff MacDonald, vice-presidente da NEM Foundation.

A organização enfatizou que os hackers estão enviando pacotes de 100 XEM a vários endereços não relacionados para não provocar a ativação de mecanismos de AML em corretoras de criptomoedas.

Os fundos roubados representam aproximadamente 5% da emissão total de XEM, o que, de acordo com  McDonald, torna as vendas impossíveis devido à incapacidade do mercado de “digerir tal quantidade”.

“Suponho que [os invasores] ainda sejam capazes de se esconder com parte dos fundos roubados”, afirma McDonald, acrescentando que seria quase impossível rastrear transações depois de converter o XEM em outras criptomoedas. 

A equipe da startup financeira e tecnológica britânica, Elliptic, apontou que a reação ao hackeamento da Coincheck e ao roubo de mais de meio bilhão de dólares é diferente do comportamento do mercado após a história com a MtGox: a escala do mercado, de acordo com os representantes da empresa, permite que ele não atribua muita importância ao que aconteceu.

No entanto, o preço do XEM está em uma tendência descendente por vários dias devido às expectativas de uma grande venda pelos hackers. Além disso, as cotações vale ressaltar que as cotações foram afetadas negativamente pelas notícias a respeito de convocações judiciais emitidas pela US Futures Trading Commission (CFTC) e recebidas pela Bitfinex e pela Tether Ltd.

Como é possível observar no gráfico abaixo, a acentuada queda de 26 de janeiro foi recuperada pelos touros apenas por um periodo curto, sendo que, a partir da marca de US$1,11, o declínio recomeçou. No momento, o XEM está sendo negociado por cerca de US$0,76 – de acordo com o recurso analítico CoinMarketCap.

Hackers que atacaram Coincheck tentam mover fundos roubados. BTCSoul.com

Dados fornecidos por: CoinMarketCap31

Lembre-se que, na sexta-feira, 26 de janeiro, representantes do Coincheck confirmaram um ataque em grande escala e roubo de US  533 milhões em equivalente XEM.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment