A gigante de telecomunicações chinesa, Huawei, anunciou o próximo lançamento da plataforma Blockchain-as-a-Service baseada no Hyperledger Fabric 1.0.

A Huawei, uma das maiores fabricantes mundiais de dispositivos móveis, está considerando a possibilidade de criar um smartphone com suporte embutido para aplicativos de Blockchain. Isso foi relatado pela Bloomberg.

Referindo-se a “fontes familiarizadas com a situação”, a publicação observa que a gigante chinesa de telecomunicações está em negociações com a startup Sirin Labs para a obtenção de uma licença para a utilização do sistema operacional SIRIN OS, que permite que o usuário execute aplicativos de Blockchain junto com programas padrão para Android.

Representantes da Huawei e da Sirin Labs confirmaram informações de que as negociações estão em andamento, sendo que os resultados específicos ainda não foram divulgados.

Como publicado anteriormente, a empresa israelense Sirin Labs arrecadou US$157 milhões em investimentos de 12,5 mil usuários e, no final de dezembro, disponobilizou a pré-encomenda dos smartphones criptográficos Finney, desenvolvidos pela empresa.

A Huawei também apresentou um pedido de patente para um sistema de proteção de direitos autorais baseado na tecnologia de registro distribuído. Ao final de 2016, a gigante chinesa se juntou ao consórcio Hyperledger.