Sirin Labs recebe mais de 25 mil pré-encomendas para Finney – seu smartphone criptográfico

A empresa suíça Sirin Labs, que em dezembro do ano passado coletou US$157,9 milhões durante uma ICO para desenvolver e lançar um sistema operacional, um smartphone criptográfico e o computador pessoal Finney, recebeu mais de 25.000 pré-encomendas para seu dispositivo.

Publicado em 31 de Janeiro de 2018 por

A empresa suíça Sirin Labs, que em dezembro do ano passado coletou US$157,9 milhões durante uma ICO para desenvolver e lançar um sistema operacional, um smartphone criptográfico e o computador pessoal Finney, recebeu mais de 25.000 pré-encomendas para seu dispositivo. Isto foi relatado pelo presidente do Conselho de Administração da Sirin Labs, Kenes Rakishev.

Como afirma a empresa, smartphones e outros dispositivos eletrônicos existentes são principalmente orientados para a facilidade de uso e vulneráveis a golpistas e cibercriminosos. Muitos aplicativos coletam dados, solicitando mais informações que o necessário. Dessa forma, a confidencialidade dos dados do usuário está em risco.

Publicidade

Publicidade

De acordo com Moshe Hogeg, co-fundador da Sirin Labs, o smartphone Finney Crypto satisfará as necessidades da comunidade por um dispositivo seguro capaz de simplificar o uso de criptomoedas em vários aplicativos.

“Os dispositivos trabalharão usando o sistema operacional de código aberto, Sirin OS, criado pela Sirin Labs. Este sistema operacional baseado no Android possui um núcleo criptográfico altamente seguro, que permite a utilização de carteiras de criptomoedas e a realização de transações seguras”, completa o co-fundador.

Além disso, o smartphone Finney contará com o Status – o cliente móvel de Ethereum – pré-instalado. Espera-se que os dispositivos sejam apresentados ao público ao fim de 2018/início de 2019.

Publicidade

Publicidade

Vale ressaltar que 2018, a equipe de desenvolvimento da Sirin Labs automatizou com sucesso a conversão do token SRN em ETH, bem como de ETH em SRN.

“Este enorme passo para a criação de uma experiência de usuário contínua trará uma mudança muito esperada no que se refere à usabilidade das criptomoedas pelo mundo móvel”, observa o presidente do Conselho de Administração da SIRIN LABS, Kenes Rakishev.

Recorde que em dezembro, o lendário jogador do Barcelona e da seleção argentina, Lionel Messi, se juntou à equipe da Sirin Labs como embaixador. Entre os conselheiros do projeto estão o co-fundador do Ethereum, Steven Nerrayoff; o veterano da indústria VoIP e primeiro investidor do Twitter, Jeff Pulver; o cofundador da Bancor, Guy Benartzi; o ex-Diretor técnico da Sony Mobile, Takeshi Ito e outros.

No futuro próximo, a empresa planeja abrir três sedes adicionais em Londres, bem como escritórios na Turquia, Vietnã, Cazaquistão, Israel, Alemanha, Coréia do Sul, Japão e EUA.

Por fim, a empresa merece destaque por ocupar nada mais nada menos que o quarto lugar em termos de volume de fundos atraídos em ICOs em 2017, levantando US$157,9 milhões – o ranking é liderdo pela Filecoin com US$257 milhões, seguida pela Tezos, com US$232 milhões e pela EOS, que arrecadou cerca de US$180 milhões.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment