Maerki Baumann começará a trabalhar com criptomoedas

O Maerki Baumann, banco privado sediado em Zurique, começará a trabalhar com ativos digitais recebidos por clientes de instituições financeiras como pagamento por serviços ou ganhos com a ajuda da mineração.

Publicado em 8 de agosto de 2018 por

O Maerki Baumann, banco privado sediado em Zurique, começará a trabalhar com ativos digitais recebidos por clientes de instituições financeiras como pagamento por serviços ou ganhos com a ajuda da mineração. Isto foi relatado pelo International Investment.

A instituição bancária será a segunda de sua classe na Suíça a trabalhar com criptomoedas: há um ano, pela primeira vez na história do setor bancário do país, o Falcon Private Bank ofereceu aos seus clientes serviços de administração de ativos de Bitcoin – e posteriormente adicionou suporte ao ETH, BCH e LTC.

Segundo representantes do Maerki Baumann, a decisão veio em resposta à crescente demanda de clientes por esse tipo de serviço. A instituição financeira não oferecerá a possibilidade de investimento direto em novos ativos nesta fase, contudo, usuários interessados poderão consultar os especialistas relevantes do banco sobre essas questões.

“O Maerki Baumann está acompanhando de perto o desenvolvimento dessas áreas de investimento”, observaram os representantes do banco. “No momento, consideramos as criptomoedas como oportunidades alternativas de investimento. No entanto, temos uma experiência limitada nesta área, bem como dados insuficientes, incluindo preços, volatilidade e volumes de negociação”.

Apesar da aparentemente amigável posição em relação à indústria criptomonetária, o banco não recomenda que os clientes invistam grandes quantias em novos ativos.

“Em geral, não recomendamos investir grandes quantias de dinheiro em criptomoedas no momento. Em nossa opinião, elas não servem como objeto de investimentos de longo prazo”, resumiram representantes do Maerki Baumann.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment