Maior corretora de Bitcoin da Coréia do Sul abrirá unidade em Singapura

O vice-primeiro ministro de Singapura, Tharman Shanmugaratnam, afirmou que o governo não proibirá a negociação em criptomoedas. Segundo ele, ainda é cedo demais para falar sobre quaisquer medidas em relação à nova tecnologia

Publicado em 22 de setembro de 2018 por

A Dunamu, operadora da principal corretora sul-coreana, anunciou sua intenção de abrir outra plataforma de negociação em Singapura em outubro. Isso foi relatado pela CCN.

Em um comunicado, Alex Kim, CEO da Upbit Singapore, disse que os usuários do país poderão negociar todas as criptomoedas integradas na Exchange parceira. A nova plataforma contará com um sistema de monitoramento de segurança 24 horas.

Ele também observou que a decisão da Dunamu de entrar no mercado de Singapura foi influenciada pela positiva abordagem da Autoridade Monetária de Singapura (MAS) à regulamentação, bem como pelo desejo do governo do país de criar uma poderosa indústria criptomonetária e de Blockchain.

A Upbit suporta negociações em pares com o won coreano desde meados de 2017 e pretende suportar o dólar de Singapura após a abertura da nova corretora. Isso sugere que a plataforma tem fortes parceiros bancários no país que podem apoiar a demanda e o interesse em criptomoedas.

“Estamos convencidos de que um serviço confiável e conveniente em combinação com a capacidade de negociar o dólar de Singapura, assim como Bitcoin, Ethereum e USDT com o apoio da Bittrex nos permitirá atrair usuários e fortalecer nossa presença no mercado global”, ressaltou Alex Kim.

Anteriormente, foi relatado que esta semana, o teste beta fechado da nova plataforma de negociação com o apoio de moedas fiat foi lançado pela Binance, atualmente a maior corretora em termos do volume de negociação. Como notado por Joseph Young, nesse contexto, duas das maiores corretoras de Bitcoin da Ásia marcarão presença em Signapura.

A Upbit é uma divisão do gigante tecnológico sul-coreano Kakao. O lançamento desta plataforma de negociação ocorreu em outubro de 2017. Neste curto espaço de tempo, a corretora conseguiu se tornar a 11ª maior do mundo em termos do volume de negociação – atualmente, o faturamento diário da plataforma é de cerca de US$160 milhões.

Em agosto, a Upbit relatou um lucro equivalente a US$100 milhões no terceiro trimestre deste ano.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment