Membro do Conselho Federal da Suíça: futuro da economia do nosso país depende da Blockchain

O Bitcoin recebeu outro poderoso impulso para adoção em massa: seu logotipo foi projetado na construção do Banco Nacional da Suíça, em Zurique.

Publicado em 25 de junho de 2018 por

No futuro, a tecnologia de Blockchain penetrará em todas as esferas da economia suíça. Isto foi relatado por Johann Schneider-Ammann, membro do Conselho Federal do país.

Segundo ele, não muitos sabem sobre a nova tecnologia, seus potenciais e riscos. Esse é o fator decisivo para treinar novos especialistas em Blockchain.

Schneider-Ammann se concentrou no fato de que as agências governamentais precisam apoiar projetos de pesquisa nessa área, bem como prestar atenção à digitalização e à tecnologia nas instituições educacionais.

“A Suíça é o líder mundial no campo de utilização de Blockchain. Por isso, precisamos acompanhar os tempos. Se tivermos sucesso, essa tecnologia proporcionará novas oportunidades, novos empregos, novos níveis de segurança e prosperidade. A vida pune aqueles que estão atrasados”, disse o oficial.

Ele observou que é preciso desenvolver regulamentação no campo de criptomoedas, Blockchain e ICOs no país.

“Uma boa estrutura econômica não significa liberdade total de ação. As empresas precisam de segurança jurídica”, afirmou ele.

Vale ressaltar que a Suíça é o país líder da Europa no que se refere a criptomoedas – e isso se deve, principalmente, à sua regulamentação favorável e posição progressista do governo em relação a novas empresas. Leia mais sobre isso aqui.

Entre as principais inovações do país envolvendo a tecnologia de Blockchain, por exemplo, pode-se listar a primeira votação municipal de Zug a ocorrer com o auxílio do registro distribuído, que tomará lugar entre os dias 25 de junho e 1 de julho.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment