Mídia: Goldman Sachs está atraindo clientes para negociação de derivativos baseados em Bitcoin

Um porta-voz do banco líder em investimentos, Goldman Sachs, confirmou que a organização contratou o profissional e graduado trader do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Justin Schmidt, para o posto de vice-presidente e chefe do departamento de mercados de ativos digitais dentro da divisão de valores mobiliários do banco.

Publicado em 1 de novembro de 2018 por

O banco Goldman Sachs, de investimentos, atraiu um pequeno número de clientes para negociação de instrumentos financeiros derivativos baseados em Bitcoin. Isso foi relatado pelo The Block.

A intenção do Goldman Sachs de lançar contratos de liquidação a termo (contratos que não implicam o fornecimento do ativo subjacente) com base na Bitcoin tornou-se conhecida em maio. A fonte informa que a famosa instituição financeira está trabalhando em paralelo para criar serviços de custódia para detentores de ativos digitais.

Foi divulgado também que os clientes do banco conduziriam negociações com sua administração para compartilhar seus pensamentos sobre as perspectivas da indústria e o possível papel do Goldman Sachs nela.

Vale ressaltar que a fonte do The Block negou que o Goldman Sachs esteja estudando ativamente o lançamento de derivativos baseados em Ethereum, o que foi anteriormente alegado pelo site de notícias Abacus Journal.

Por fim, lembramos que o Goldman Sachs e a empresa do bilionário Mike Novogratz, a Galaxy Digital Ventures, investiram US$15 milhões na BitGo, uma empresa especializada em serviços de armazenamento de ativos criptomonetários.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment