Novo acordo da Binance com autoridades de Jersey abre caminho para negociação emparelhada com libra britânica

O fundador e CEO da Binance, Changpeng Zhao, negou as acusações da empresa de capital de risco da Califórnia, Sequoia Capital, que diz respeito a uma suposta violação do acordo sobre a concessão de direitos exclusivos de investimento.

Publicado em 13 de junho de 2018 por

A Binance, corretora líder em negociação de Bitcoins, assinou um memorando de entendimento com o governo da Ilha Jersey, com o objetivo de lançar uma corretora que oferecerá aos usuários a possibilidade de negociação emparelhada com a libra britânica. Isso foi relatado pelo portal Bitsonline.

“Escolhemos Jersey como o próximo grande passo em nossa estratégia de expansão global para um ambiente regulatório claro e amigável para investimentos em criptomoedas”, afirmou o CEO da Binance, Changpeng Jao.

Ele observou que a economia de Jersey é baseada em uma das maiores moedas, a libra esterlina, e que a própria ilha está próxima da Grã-Bretanha e da Europa Ocidental.

“Estamos confiantes de que a cooperação com Jersey não só beneficiará a economia local, mas também servirá como uma poderosa base operacional para o nosso avanço para o resto da Europa”, acrescentou Jao.

Em Jersey, a Binance planeja abrir um escritório para cerca de 40 funcionários, de codificadores aos profissionais de marketing e jurídicos. A empresa pretende trabalhar dentro da legislação local.

“A abertura de uma corretora focada em pares com moedas tradicionais atrairá muita atenção da comunidade de Blockchain para Jersey. Definitivamente, queremos estabelecer o Binance Labs nessa região e fazer investimentos a partir daí”, disse Joe Wei, diretor financeiro da empresa.

Graças à extensa experiência de Changpeng Jao não apenas na indústria criptomonetária, mas também em mercados financeiros tradicionais de Wall Street, a Binance atraiu significativa liquidez e rapidamente conquistou o status de uma das maiores corretoras do mundo. Essa experiência também ajudou a empresa em março, quando a Binance passou por uma tentativa malsucedida de hacking, mas não apenas deixou de perder fundos, como realmente localizou os intrusos.

A plataforma enfrentou problemas no Japão, cujas autoridades acabaram recomendando a busca por uma nova jurisdição, que posteriormente, viria a ser Malta, onde a empresa já abriu uma conta bancária e está atualmente se preparando para o lançamento de negociação emparelhada com o euro.

A subsequente expansão e a chegada a Jersey reforçam ainda mais a posição da corretora, especialmente dado o fato de que as autoridades da ilha já lhe prometeram total apoio para alinhar suas atividades à legislação de combate à lavagem de dinheiro, bem como para a obtenção de uma licença e estabelecimento de parcerias bancárias.

Coinbase vs. Binance

A chegada de Binance em Jersey e os planos de lançar negociação emparelhada com a libra britânica são ainda mais interessantes do ponto de vista da futura competição com a gigante americana Coinbase.

Até o momento, a empresa californiana praticamente não tem concorrentes em termos de compra de criptomoedas por dinheiro fiat, mas também é muito seletiva quanto ao processo de adição de novas moedas, oferecendo uma escolha muito limitada de ativos. No entanto, ao abrir o mercado para um grande número de criptomoedas e ao fornecer oportunidades de negociá-las através de moedas fiduciárias, a Binance, tendo um suporte bancário confiável, bem pode desafiar a Coinbase e tentar abalar seu monopólio.

Naturalmente, a Coinbase também não está parada e, nos últimos meses, vem implementando uma série de aquisições importantes, com as quais poderá expandir os serviços oferecidos.

Tudo isso promete uma luta competitiva e fascinante, que, pode até ser acompanhada por representantes do mercado financeiro tradicional.

Vale ressaltar que o número de usuários da Binance já é de 9 milhões – no início do ano, havia apenas 2 milhões. No primeiro trimestre deste ano, a empresa faturou US$200 milhões, com um volume médio negociado entre US$1,4 bilhão e US $ 1.5 bilhão.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment