O que é DASH?

O Dash resolve muitos dos problemas inerentes ao Bitcoin, acelerando transações, oferecendo maior privacidade financeira e desenvolvendo um sistema descentralizado de governança e financiamento.

Publicado em 8 de outubro de 2017 por

Dash ou DASH é uma moeda digital da próxima geração baseada no software do Bitcoin.

O Dash resolve muitos dos problemas inerentes ao Bitcoin, acelerando transações, oferecendo maior privacidade financeira e desenvolvendo um sistema descentralizado de governança e financiamento.

Publicidade

Publicidade

Por que escolher o Dash?

– Privado

Mantenha seus pagamentos privados para que ninguém possa rastrear você, suas transações e saldos. Com a anonimização futurística do Dash, apenas o usuário tem acesso às próprias informações financeiras.

– Instantâneo

O Dash aproveita o poder de sua rede Masternode para alimentar uma inovadora tecnologia chamada InstantX. Ao enviar dinheiro, os usuários podem selecionar o botão “Usar InstantX” em sua carteira para que as transações sejam totalmente enviadas e irreversíveis dentro de quatro segundos.

– Seguro

Criptografia avançada e um protocolo de confiança para segurança total em pagamentos e processos de anonimização.

– Global

Você pode enviar dinheiro de qualquer lugar do mundo com as mesmas [baixas] taxas e velocidade como se estivesse enviando dinheiro de um local próximo.

– Baixas taxas

A maioria das transações custa alguns centavos, e é consideravelmente mais barata que serviços como Western Union, PayPal ou Moneygram.

– Peer-to-Peer

Como o bittorrent, o Dash é uma rede peer-to-peer (P2P) totalmente descentralizada.

Por isso, você não precisa confiar em um banco ou outro serviço centralizado.

Tudo fica entre você e a outra parte na transação.

– Masternodes e Proof-of-Service

Além das recompensas tradicionais de Proof-of-Work (PoW) para mineração do Dash, os usuários também são recompensados por executar e manter servidores especiais chamados “Masternodes”.

O que são Masternodes?

De forma simplista, Masternodes fornecem grande parte da infra-estrutura necessária à Rede Dash. A maioria das pessoas está familiarizada com a rede Bitcoin. Os usuários transmitem transações para a rede e quando os mineiros descobrem um novo bloco, incorporam todas essas transações na Blockchain. Cada bloco que é adicionado à Blockchain é considerado uma “confirmação”, mas as transações não são consideradas totalmente “limpas” e irreversíveis até receberem pelo menos seis confirmações. Com um tempo de bloqueio médio de dez minutos, as transações do Bitcoin levam cerca de uma hora serem completamente confirmadas!

O Dash leva as coisas um passo adiante, utilizando uma rede de duas camadas. O primeiro nível funciona da mesma forma que o Bitcoin: os mineiros encontram blocos e transmitem as transações à Blockchain. O segundo nível – composto por servidores especiais chamados Masternodes – permite recursos adicionais como transações instantâneas (InstantX), transações privadas (Darksend) e governança descentralizada e orçamentação. Qualquer um pode executar um Masternode, mas para fazê-lo, o usuário deve provar que possui 1000 DASH. Isto é para evitar os chamados “ataques Sybil” na rede. Os 1000 DASH não estão bloqueados ou consumidos – um proprietário do Masternode pode gastar os 1000 DASH sempre que desejar, mas isso resultará no desligamento do Masternode. Masternodes são hospedados em Servidores Virtuais Privados (VPS) administrados por empresas como Amazon Web Services, Microsoft Azure, Vultr e outros. As pessoas são incentivadas a executar Masternodes porque recebem uma porção da recompensa quando os mineiros encontram novos blocos (45% da recompensa do bloco vai para mineiros, 45% vai para Masternodes, e 10% é usado ​​para financiar projetos relacionados ao Dash através do sistema de orçamento descentralizado). O retorno do investimento é atualmente, de cerca de 15% (ao longo de um ano, você ganhará aproximadamente 150 DASH se executar um Masternode). Neste momento, existem 3400 Masternodes em 22 diferentes países. Isso proporciona um alto nível de descentralização devido à impossibilidade de um usuário ganhar controle de Masternodes suficientes para desordenar as transações.

X11 Chained Hashing Algorithm

X11 é um algoritmo de hashing amplamente utilizado criado pelo desenvolvedor principal do Dash, Evan Duffield. O algoritmo de hashing em cadeia X11 utiliza uma sequência de onze algoritmos hash para a Proof-of-Work. Isto é projetado para aumentar o nível de descentralização da moeda, tornando as ASIC difíceis de se desenvolver. A comunidade criptográfica viu os níveis crescentes de centralização dentro Bitcoin que surgiram desde que as Bitcoin ASICs foram implementadas e o Dash está tentando evitar isso. Outro benefício do algoritmo X11 é que as GPUs exigem aproximadamente 30% menos potência e cortam 30-50% de refrigeração a mais do que com Algoritmo do Scrypt de Litecoin.

O que é DarkSend?

O cliente Dash armazena os Dashs denominados e pré-mixados na carteira do usuário, para serem usados instantaneamente em qualquer momento que o detentor desejar. O processo é integrado, automático e não requer nenhuma intervenção por parte do utilizador.

Como funciona: a cada 10 blocos, todos os clientes de usuários em toda a rede enviam qualquer Dash não mixado (Unmized Dash) em sua posse através de uma fase de anonimização. Nesta fase, Masternodes são usados ​​em sucessão em cadeia para misturar as moedas que recebem da rede e os dividem em denominações homogêneas. Depois de serem processados ​​por um mínimo de dois Masternodes, as moedas são enviadas para o próximo Masternode na cadeia ou de volta à carteira do usuário que gerou os endereços de mudança. Por favor, note que, em nenhum momento do processo, as moedas de um usuário deixam seu controle. Elas podem ser enviadas para endereços diferentes dentro da carteira, mas nunca deixam a posse do usuário.

Dependendo do nível desejado de privacidade, os usuários podem selecionar entre duas e oito “rodadas” de mistura. A profundidade de mistura desejada pode ser selecionada na GUI do cliente. No final da fase de anonimização, as moedas são devolvidas ao cliente em um endereço de mudança que é gerado aleatoriamente. Quando o usuário deseja fazer uma transação, o cliente encaminha o montante pretendido e a partir desta alteração anônima, é direcionado diretamente ao endereço do destinatário.

Clique aqui para continuar conhecendo mais sobre como funciona a Rede Dash e a forma como é feita a governança da mesma.

Recursos Dash

Guias Masternode:

Masternode Services

https://dashpay.atlassian.net/wiki/pages/viewpage.action?pageId=1867885

Whitepapers

DRK: http://www.darkcoin.io/downloads/DarkcoinWhitepaper.pdf

Dash: https://www.dash.org/wp-content/uploads/2015/04/Dash-WhitepaperV1.pdf

Traduções:: https://github.com/dashpay/dash/wiki/Whitepaper

Website

www.dash.org

DOWNLOADS

Windows / MacOS / Linux

Carteira Electrum

Carteiras para Android e iOS

Paper Wallet

Fontes: https://www.weusecoins.com/what-is-dash/

            https://dashpay.atlassian.net/wiki/spaces/DOC/overview

Crypto Cypher
Cryptocypher é criptoanarquista, libertário e realizou cursos sobre Bitcoin e Criptomoedas, tecnologia Blockchain e Smart Contracts.

Leave a Comment