ONU usará tecnologia IOTA na circulação de documentos e cadeias de suprimentos

Um novo recorde no crescente mercado de "criptografia" e mercado de blockchains foi estabelecida na semana passada, quando o valor total negociado dos tokens digitais emitidos pela IOTA Foundation na Alemanha, e negociados na corretora de criptomoedas Bitfinex, superaram US$ 1,5 bilhão.

Publicado em 25 de Maio de 2018 por

O Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos (UNOPS) anunciou uma parceria com a Fundação IOTA para implementar o sistema de contabilidade distribuída IOTA Ledger em seus processos de trabalho.

Espera-se que a tecnologia IOTA forneça um nível mais alto de eficiência na gestão e rastreamento de documentos da ONU, cadeias de suprimento e pagamentos em tempo real, disponíveis tanto para o UNOPS quanto para seus parceiros.

“Compartilhamos uma visão em que máquinas, dispositivos, sensores e pessoas estão conectados e se comunicam entre si”, disse o consultor especial da UNOPS, Yoshiyuki Yamamoto, sobre a tecnologia de Blockchain. “O uso de tecnologia que permita que esses processos funcionem simultaneamente e sem intermediários acelerará a implementação da missão de nossa organização”, continuou.

Ele também acrescentou que a capacidade da IOTA de “trabalhar em redes de comunicação alternativas” seria extremamente útil em áreas com “acesso instável à Internet de alta velocidade e até mesmo eletricidade”. Além disso, funciona bem com dispositivos da Internet das Coisas (IoT) que não possuem altos requisitos computacionais.

“Estamos trabalhando com a Fundação IOTA para determinar as opções mais adequadas de uso das tecnologias para resolução dos problemas enfrentados pela ONU”, afirmou Yoshiyuki Yamamoto.

Ao mesmo tempo, ele enfatizou a importância de aplicar “a promissora tecnologia de Blockchain” na prática.

“Não estamos envolvidos na Blockchain por causa da própria Blockchain, temos recursos e pessoal limitados, por isso devemos concentrar nossos esforços em tarefas do mundo real. Nossas prioridades estão relacionadas à nossa missão como organização, e não com peculiaridades do espaço criptomonetário”, concluiu Yamamoto.

Até agora, a cooperação do UNOPS com o IOTA havia sido apenas educacional. Portanto, o período de transição do estágio experimental para a implementação completa da tecnologia não foi especificado.

A colaboração entre as organizações será ampliada por meio de seminários de treinamento, treinamentos de liderança e desenvolvimento da Proof-of-Concept (PoC) para melhora da eficácia de áreas específicas de trabalho do UNOPS.

Lembramos que a ONU repetidamente demonstrou interesse na tecnologia de Blockchain e nas perspectivas de sua aplicação em suas atividades: em junho de 2017, o Programa Mundial de Alimentos, que faz parte da estrutura da ONU, usou a Blockchain do Ethereum para implementar um programa de assistência humanitária direcionada a 10 mil refugiados sírios.

Posteriormente, a ONU anunciou planos de usar a Blockchain para criar um sistema de identificação de pessoas sem documentos, bem como para controlar as emissões de dióxido de carbono e combater o tráfico de escravos.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment