SEC registra aumento no número de pedidos para ICOs

A Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos (SEC) começou a considerar duas ofertas de fundos de índice de Bitcoin (ETF) sem qualquer publicidade. A julgar pelos documentos datados de 23 de março e publicados no dia anterior, a agência já está se preparando para os procedimentos formais pertinentes.

Publicado em 2 de julho de 2018 por

Apesar da incerteza jurídica, nos últimos 12 meses, a SEC recebeu quase 100 pedidos para aprovação de Ofertas Iniciais de Moedas (ICO) de acordo com o modelo SAFT. Isso foi relatado pela CoinDesk.

SEC registra aumento no número de pedidos para ICOs. BTCSoul.com

De acordo com o sistema eletrônico de coleta, análise e busca de dados da SEC (EDGAR), as startups dos Estados Unidos, Espanha, Japão e Reino Unido foram as mais ativas. A maioria das startups está em Delaware, de onde também vem a maior parte das aplicações.

SEC registra aumento no número de pedidos para ICOs. BTCSoul.com

Outras populares jurisdições incluem as Ilhas Cayman e Bermuda, bem como a Estónia – ultimamente, esses países vêm tentado abertamente atrair startups e seus desenvolvedores.

Um crescimento no número de pedidos foi observado mesmo que existam  apenas rumores de que os funcionários da SEC estão estudando ativamente o modelo Simple Agreement for Future Tokens (SAFT), que representa uma promessa de fornecer um token no futuro. De acordo com vários especialistas, o conceito SAFT aumenta os riscos legais para vendas de tokens.

Vale ressaltar que anteriormente, o chefe do SEC, Jay Clayton, afirmou que o Bitcoin não é um valor mobiliário e contrapôs ele ao dinheiro tradicional. Adicionalmente, de acordo com seus colegas, a comissão não pretende classificar o Ethereum e o Bitcoin como valores mobiliários.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment