Binance pede que residentes iranianos retirem fundos

O chefe do comitê econômico do parlamento iraniano, Mohammad Reza Pourebrahimi, afirmou que os residentes do país retiraram US$2,5 bilhões da economia por meio de Bitcoins e outras moedas digitais.

Publicado em 20 de novembro de 2018 por

A Binance aconselhou todos os usuários do Irã a retirar seus ativos, uma vez que a plataforma pretende alinhar sua política legal às sanções dos EUA contra esse país. Isso foi relatado pela CoinDesk.

“Se você tem uma conta em nossa corretora e está sujeito a sanções, pedimos que retire seus ativos da Binance o mais rápido possível”, diz a mensagem recebida por usuários iranianos.

Sepehr Mohamadi, chefe da associação iraniana de Blockchain, disse que mensagens desse tipo chegaram antes, mas que depois da retomada das sanções, esse número aumentou significativamente.

De acordo com publicações locais, a Binance já fechava contas de usuários que forneciam passaportes iranianos para passar por procedimentos KYC. No entanto, nesta semana, a corretora supostamente dirigiu-se para todos os usuários com endereços IP iranianos.

Durante este ano, várias corretoras, incluindo a BitMEX e a Bittrex, bloquearam as contas dos usuários do Irã.

Em julho, Muhamadi anunciou que o governo dos EUA confiscou mais de 500 Bitcoins pertencentes a cidadãos iranianos.

Por fim, vale notar que em agosto, o Centro Nacional de Ciberespaço do Irã concluiu o trabalho sobre a lei nacional de criptomoedas e, no dia 12 de novembro, foi concluído o desenvolvimento de sua própria criptomoeda.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment