Binance torna-se Investidora de Primeiro Banco Descentralizado do Mundo

ote que essa Exchange não trabalha com compra direta por fiat, apenas criptomoedas. Ao utilizar a Binance, portanto, é necessário que o usuário possua uma certa quantia em criptomoedas em sua carteira (especialmente Bitcoin), considerando-se que a maioria das trocas é feita entre BTC/Altcoin.

Publicado em 13 de julho de 2018 por

A Binance, maior corretora de Bitcoins no mundo, tornou-se um dos investidores do futuro banco descentralizado Founders Bank, baseado em Malta. Isso foi relatado pela Bloomberg.

A corretora, cujo lucros podem chegar a US$1 bilhão, investiu uma participação de 5% no banco, com estimativa de pré-investimento de €133 milhões (US$155 milhões).

O lançamento desse projeto de larga escala ocorrerá depois que o Founders Bank receber permissão das autoridades reguladoras de Malta e dos membros da UE para suas atividades. Após isso, a instituição receberá o status do Primeiro Banco Descentralizado do mundo.

Publicidade

Os sistemas do Founders Bank serão construídos com base na tecnologia de Blockchain. Depois de receber financiamento através da Neufund, uma plataforma de captação de recursos, a instituição emitirá suas próprias ações, que terão força legal.

Representantes da Binance afirmaram que a venda das ações do banco será organizada de acordo com as regras de regulação da Alemanha e em cooperação com uma das maiores bolsas de valores da Europa.

“Estamos orgulhosos por Malta ter o primeiro banco pertencente à comunidade global”, disse Silvio Schembri, secretário do parlamento do país em inovação e finanças digitais.

Vale ressaltar que anteriormente, informamos que em julho, o Parlamento de Malta aprovou em terceira leitura, três projetos de lei que regulamentam a indústria de criptomoedas e Blockchain. Segundo Silvio Schembri, tal iniciativa do parlamento ajudará a acalmar os investidores e as empresas receberão as ferramentas necessárias para agir no campo jurídico.

Relatamos também que anteriormente, a Binance afirmou que apoiaria o programa de desenvolvimento de startups financeiras e empreendedorismo organizado pela Bolsa de Valores de Malta, e que em junho deste ano, a plataforma abriu uma conta bancária no país – de acordo com seu CEO, Changpeng Zhao, essa medida permitiu que a corretora chegasse mais perto da realização de seu plano de lançar depósitos fiat-criptomonetários em sua plataforma com a possibilidade de retirada de fundos.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment