Um dos principais fabricantes mundiais de equipamentos para a mineração de criptomoedas, a Canaan Creative, que produz cerca de um quarto de todos as mineradoras ASIC, planeja conduzir uma Oferta Pública de Ações fora da China.

O segundo maior produtor chinês de equipamentos para mineração de Bitcoin, Canaan Creative, pretende realizar uma Oferta Pública Inicial (IPO) na Bolsa de Hong Kong. A empresa pretende arrecadar US$1 bilhão, assim como informa o portal South China Morning Post.

De acordo com a publicação, a decisão final sobre a listagem na bolsa de valores de Hong Kong ainda não foi tomada.

Entre 2016 e 2017, a Canaan Creative, com sede em Hangzhou, planejou realizar uma ICO no mercado chinês, mas não conseguiu devido a barreiras regulatórias. Sabe-se também que anteriormente, a Canaan considerou sites americanos uma alternativa, sendo que agora, pode se tornar a primeira empresa de Blockchain a conseguir entrar para o mercado de ações de Hong Kong.

De acordo com os dados divulgados em janeiro, o lucro anual da Canaan Creative foi de 410 milhões de yuans (US$64 milhões), o que representa um aumento de 600% em relação ao lucro de 2016.

Lembramos que em abril, o co-presidente da Canaan Creative, Jianping Kun, disse que a escolha da jurisdição estrangeira para conduzir uma IPO não está relacionada à proibição de ICOs, corretoras de criptomoeds e maior pressão sobre os mineradores pelo governo chinês: a escolha foi feita principalmente porque a listagem nas bolsas de valores da China leva muito tempo.