Entusiastas do Bitcoin inundam SEC com pedidos para registrar ETFs de Bitcoin

O lançamento de futuros de Bitcoin nos EUA está contribuindo para o interesse em criar ETFs (fundos cambiais negociados) vinculados a moedas digitais.

Publicado em 18 de julho de 2018 por

A Securities and Exchange Commission (SEC) recebeu muitos comentários da comunidade do Bitcoin, que pediam ao regulador que permitisse a liberação e negociação de ETFs de Bitcoin.

Em 26 de junho, a CBOE Global Markets solicitou à SEC o registro de um fundo de investimentos (ETF) de Bitcoin. A agência submeteu sua aplicação a acesso público e convidou a comunidade a fornecer feedbacks sobre esse assunto.

A SEC convidou o público a comentar sobre a possibilidade de estabelecer o ETF de Bitcoin há cerca de três semanas. Desde então, mais de 90 pessoas enviaram suas opiniões sobre esse tópico. Na opinião da maioria dos comentaristas, o lançamento de um fundo de investimento em Bitcoin pode afetar favoravelmente o ecossistema e acelerar significativamente o crescimento do preço do Bitcoin.

90 resenhas é um número cerca de dez vezes maior que aquele registrado pela comissão em abril, quando estava em voga a pauta da possível listagem de outro ETF de Bitcoin.

A maioria dos comentários recebidos pela SEC apoiam o lançamento do ETF da CBOE. O primeiro comentário de Bradley Baker lê:

“Em minha opinião, o lançamento do ETF de Bitcoin é uma realidade inevitável. Não é mais possível ignorar e fechar os olhos para esse fenômeno.
Apesar do fato de o mercado criptomonetário agora se assemelhar ao “oeste selvagem”, a supervisão e o envio de relatórios para a SEC serão o ímpeto para a estabilização desse setor e para garantir a segurança dos cripto-investidores.
Minha sugestão é que vocês, como uma agência, aceitem essa inevitável decisão e tornem-se a força orientadora em um estágio inicial na criação de uma nova economia de Bitcoin”.

Naturalmente, alguns membros da comunidade não aprovam a ideia de um ETF de Bitcoin: Anthony Arcieri, por exemplo, expressa sua preocupação de que o preço do Bitcoin será fácil demais de manipular e que, portanto, a criação de fundos de Bitcoin não faz sentido:

“ETFs apoiados pelo Bitcoin em bolsas regulamentadas são uma perspectiva bastante arriscada por causa das “anomalias” de preço deste ativo, que, aparentemente, são o resultado de manipulação com o uso de métodos e mecanismos ilegais de lavagem de dinheiro”.

A maioria dos especialistas, no entanto, no momento ainda acredita que o ETF da CBOE tem uma grande chance de sucesso. Nesse contexto, existe a possibilidade de que a proposta da CBOE possa ser aprovada pela comissão no próximo mês.

A SEC já tomou algumas medidas para trazer clareza nesta área, observando que o Bitcoin e o Ethereum não são valores mobiliários, sendo que essa posição pode abrir caminho para a aprovação tão esperada de fundos negociados em bolsa.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment