Medium muda políticas relacionadas a criptomoedas e ICOs

A plataforma de jornalismo social, Medium, fez uma declaração sobre criptomoedas e ICOs, observando que os representantes da organização não verificam contas e postagens de usuários antes da publicação. Assim, a Medium pediu aos leitores para verificar informações sobre qualquer empresa em fontes independentes e interagir com ela somente através de sites confiáveis.

Publicado em 21 de Março de 2018 por

A plataforma de jornalismo social, Medium, fez uma declaração sobre criptomoedas e ICOs, observando que os representantes da organização não verificam contas e postagens de usuários antes da publicação. Assim, a Medium pediu aos leitores para verificar informações sobre qualquer empresa em fontes independentes e interagir com ela somente através de sites confiáveis. Isto foi veiculado no site oficial da plataforma.

A Medium aconselhou os usuários a se familiarizarem com os riscos associados ao investimento em criptomoedas no site da Federal Trade Commission dos Estados Unidos. Simultaneamente, o recurso forneceu vários links para fontes contendo instruções para reconhecer fraudes cirptomonetárias.

Publicidade

Publicidade

A plataforma também introduziu novos padrões para publicações que se referem a um produto específico ou sua venda.

Os projetos devem respeitar as seguintes regras:

  • Ter um link ativo para o domínio do projeto nas informações da conta;
  • Endereço e-mail vinculado a este domínio;
  • Endereço e-mail verificado pela Medium e ativo;
  • Vínculo extra a uma rede social (Facebook ou Twitter) – onde o mesmo domínio deve ser especificado;
  • Uma página com dados atualizados de contato;
  • Cada postagem contando com somente um endereço de carteira eletrônica.

Os projetos são proibidos de:

Publicidade

Publicidade

  • usar um endereço de e-mail anônimo não associado ao domínio do projeto использовать анонимный непривязанный к домену проекта адрес электронной почты;
  • anunciar ou participar de programas de recompensas, esquemas de Pump & Dump, escrever sobre recebimento de recompensas ou outras formas de atividade suspeita;
  • incluir links vazíos ou URLs abreviados no texto;
  • reutilizar modelos de conteúdo com pequenas modificações em diferentes publicações ou de diferentes contas;
  • incluir mais de um endereço de carteira eletrônica na publicação.

A empresa suíça de Blockchain, Eidoo, já anunciou a criação de seu próprio blog e sua saida da Medium.

Lembramos que seguindo mais ou menos o mesmo contexto, o Facebook e o Google decidiram proibir a publicidade de criptomoedas e ICOs.

Mais cedo, surgiram informações de que o Twitter também está considerando medidas mais rígidas ou uma proibição total da publicidade de projetos criptomonetários em sua plataforma.

Chrys

Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment