Parlamento da Venezuela proíbe emissão do El Petro

O presidente da Venezuela, Nicholas Maduro, afirmou que seu país arrecadou US$735 milhões no primeiro dia da pré-venda privada da criptomoeda nacional do país, o El Petro.

Publicado em 11 de Janeiro de 2018 por

Os deputados da Assembléia Nacional da Venezuela votaram unanimemente contra a liberação da criptomoeda nacional “respaldada pelo petróleo”, El Petro. Isto foi relatado pelo Bitcoin.com.

De acordo com os “representantes do povo”, a questão da moeda criptográfica ativamente promovida pelo presidente Maduro é ilegal e viola a Constituição do país.

Publicidade

Publicidade

“A Assembléia declara ao mundo inteiro que a liberação da moeda criptográfica promovida pelo governo é ilegal. Assim, o parlamento não permitirá que a sociedade caia nesta armadilha”, disse o deputado Carlos Valero em conversa com El Universal.

De acordo com outro deputado, Williams Davila, a criptomoeda nacional – que seria utilizada para “contornar sanções internacionais” – viola a Constituição e legaliza transações financeiras ilegais.

“Isso não é uma moeda criptográfica. É um contrato antecipado para o petróleo venezuelano. É ideal para práticas corruptas”, disse o legislador venezuelano, Jorge Millan.

Publicidade

Publicidade

Além disso, os deputados enfatizaram que, mesmo que o El Petro seja lançado, isso não significa que continuará a existir após o término do mandato do presidente. Ao mesmo tempo, Maduro pretende se reeleger – as eleições presidenciais devem ser realizadas este ano.

Como observa a edição local de Prensa Latina, o presidente do país, Nicholas Maduro, convidou os moradores do país a “boicotar ativamente” a decisão do parlamento. A Reuters informou que “Maduro regularmente ignora a legislação”.

Maduro recentemente decidiu promover um “backup” ao Petro com 5,3 bilhões de barris de petróleo bruto (cerca de US$267 bilhões). O Ministério do Petróleo da Venezuela observou que o preço para a determinação do preço do El Petro será o custo de um barril de petróleo bruto, que hoje é de cerca de US$59.

Lembre-se de que a primeira vez em que se ouviu falar do El Petro foi em dezembro do ano passado. Rapidamente, foi criada a Direção-Geral da Criptomoeda, projetada para regulamentar a criptomoedas. Consequentemente, mais de 860 mil mineiros locais se interessaram pela produção deste patrimônio digital.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment