Preço do Bitcoin supera limite de US$10 mil

Hoje, dia 28 de novembro, o preço da Primeira Moeda – pela primeira vez na história – atingiu uma marca de cinco dígitos, quebrando a barreira psicológica de US$10 mil.

Publicado em 28 de novembro de 2017 por

Hoje, dia 28 de novembro, o preço da Primeira Moeda – pela primeira vez na história – atingiu uma marca de cinco dígitos, quebrando a barreira psicológica de US$10 mil.

Assim, de acordo com o serviço analítico da Coinmarketcap, no momento, o preço médio ponderado do “ouro digital” abramge a ordem de US$10,05 mil.

Publicidade

Publicidade

Preço do Bitcoin supera limite de US$10 mil. BTCSoul.com

Um fato interessante é que o preço do Bitcoin nas corretoras de valores sul-coreanas e japonesas é muito maior e atingiu a marca muito mais cedo que os outros.

Preço do Bitcoin supera limite de US$10 mil. BTCSoul.com

Publicidade

Publicidade

A capitalização atual da Primeira Moeda é de US$167,9 bilhões, o que é maior do que o valor de mercado da empresa financeira transacional Mastercard (161,7 bilhões de dólares), por exemplo; o índice de dominância do Bitcoin é de 54,2%.

Desde o início de 2017, o “ouro digital” aumentou em cerca de dez vezes. Ao mesmo tempo, nos últimos meses, o crescimento da Primeira Moeda teve uma aceleração significativa: de acordo com os dados da CoinDance, apenas nos últimos 30 dias, o Bitcoin cresceu em mais de 60%.

Entre as principais razões para o crescimento do ativo criptográfico, pode-se distinguir o crescimento exponencial da demanda com uma oferta limitada, a eliminação do controverso SegWit2x, o desenvolvimento de sua infraestrutura, o interesse dos investidores institucionais e a integração gradual das criptomoedas no mundo de finanças tradicionais. Em particular, o otimismo dos criptoinvestidores é alimentado pela expectativa da adição de futuros de Bitcoin no maior mercado norte-americano de derivativos, o CME Group.

Ao mesmo tempo, nos últimos anos, o Bitcoin tem sido cada vez mais atacado por personalidades bem conhecidas do mundo das finanças tradicionais. Então, em setembro, o chefe da holding financeira dos EUA, JPMorgan Chase Jamie Dimon, chamou Bitcoin de “fraude” e prometeu demitir funcionários que usassem criptomoedas. Dois meses depois, o chefe do Interactive Brokers, Thomas Peterfee, comprou uma página inteira do The Wall Street Journal para alertar sobre a “ameaça do Bitcoin”.

De acordo com o chefe da Chicago Mercantile Exchange, Terry Duffy, os futuros ajudarão a reduzir a volatilidade do Bitcoin. Dito isso, vale ressaltar que representantes do British Old Mutual Gold & Silver Fund estão convencidos de que o Bitcoin, em breve, poderá retomar o status de “ouro digital” no mundo as finanças.

Um novo recorde de preços do Bitcoin causou entusiasmo entre os usuários das redes sociais.

Alguns já começaram a fazer previsões para o próximo ano:

Lembre-se de que, a marca de US$9 mil foi batida pelo Bitcoin há menos de dois dias, em 26 de novembro. A capitalização de mercado total das criptomoedas atualmente excede US$300 bilhões.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment