Saxo Bank: mercado criptomonetário está em antecipação a novo ciclo positivo

O Saxo Bank, especializado em comércio e investimentos on-line, publicou uma previsão trimestral para os mercados globais, que inclui uma análise de criptomoedas. Na opinião dos especialistas do banco, as moedas digitais podem estar à beira de um novo ciclo.

Publicado em 19 de Abril de 2018 por

O Saxo Bank, especializado em comércio e investimentos on-line, publicou uma previsão trimestral para os mercados globais, que inclui uma análise de criptomoedas. Na opinião dos especialistas do banco, as moedas digitais podem estar à beira de um novo ciclo. Isto foi relatado pelo CoinJournal.

No documento de 35 páginas Quarterly Outlook Q2 2018 divulgado hoje, o Saxo Bank se concentra em questões como a conclusão do maior experimento monetário no campo da política monetária, o crescente nacionalismo, as disparidades sociais e econômicas cada vez mais proeminentes, e a crescente falta de esperança entre a geração mais jovem.

Além disso, o Bitcoin e outras criptomoedas tornaram-se uma das áreas às quais os analistas do Saxo Bank concederam atenção especial.

Em particular, o documento levanta a questão de que as criptomoedas podem estar entrando em um novo ciclo de desenvolvimento. Assim, após um aumento sem precedentes das altas históricas no final de 2017, quando o preço do Bitcoin atingiu US$20 mil, nos primeiros três meses de 2018, as moedas digitais caíram significativamente em valor.

“Tendo perdido mais de 50% de seu valor, o Bitcoin mostrou o pior primeiro trimestre e o segundo pior trimestre de sua história”, enfatiza o relatório.

Segundo Jacob Pouncey, analista de criptomoedas do Saxo Bank, a situação continua frágil devido à crescente pressão dos reguladores e à proibição de publicidade por parte das maiores redes sociais. Contudo, como ele acrescenta, “a possibilidade de uma nova fase de crescimento não pode ser descartada”.

Jacob Pouncey acredita que, a curto prazo, poderão ocorrer mais caídas em preço devido à questão da regulamentação e à continuação da venda de grandes lotes de Bitcoins por curadores da falida Mt Gox.

Ao mesmo tempo, ele observa que anteriores quedas consolidaram o mercado, e o próprio setor testemunhou como grandes organizações compravam coorretoras de criptomoeds. Entre essas aquisições, ele cita a compra da Coincheck pela corretora japonesa Monex Group, a compra de 40% das ações da BitARG, de Tóquio, que foi realizada recentemente pela Yahoo Japan, bem como a popular corretora Poloniex, que foi adquirida pela Circle.

O analista identifica vários eventos que poderiam se tornar um trampolim para os sentimentos de alta no mercado neste segundo trimestre.

“Se houver um significativo recuo nos mercados de ações, haverá um influxo de dinheiro em ativos não correlacionados ou ativos que estão fora do sistema financeiro tradicional. E aí as criptomoedas tornam-se uma alternativa potencial. O influxo de capital institucional para o mercado criptomonetário devido a uma maior regulamentação e melhor proteção dos investidores pode levar a um positivo segundo trimestre para esses ativos”, afirmou Jacob Pouncey.  

O crescimento das criptomoedas nos últimos dois anos se deveu à instabilidade geopolítica geral no mundo, onde os principais eventos foram a eleição de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos, o referendo sobre a saida da Grã-Bretanha da União Europeia (Brexit) e testes nucleares na Coréia do Norte.

De acordo com Jacob Pouncey, o atual ciclo negativo terminará mais cedo ou mais tarde. Investidores fracos deixarão o mercado e os que permanecerem, aguardarão novas notícias positivas.

Lembramos que em dezembro de 2017, o Saxo Bank publicou uma tradicional lista anual de previsões chocantes. Em particular, analistas do banco dinamarquês alegaram que em 2018, a economia global enfrentaria uma onda de turbulência, que pode incluir o enfraquecimento da independência e do controle dos bancos centrais dos EUA e do Japão, o colapso do índice S&P 500, tensões políticas na União Européia e a perda de interesse por parte dos investidores no Bitcoin.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment