A Bithumb, corretora sul-coreana, está negociando com a Securities and Exchange Commission da Tailândia e com a Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA) para abrir suas filiais nesses países.

A Bithumb, corretora sul-coreana, está negociando com a Securities and Exchange Commission da Tailândia e com a Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA) para abrir suas filiais nesses países. Isso foi relatado pelo Bitcoin.com.

De acordo com o comunicado oficial, a plataforma está interessada em desenvolver e-commerce e tecnologias financeiras e expandir seus negócios para países cujos governos demonstrem grande interesse em moedas digitais.

Espera-se que a Bithumb Thailand Company Limited, com capital autorizado de US$90 mil, comece a negociar no final de outubro, e a corretora japonesa, em fevereiro de 2019. No futuro, a corretora planeja expandir para outros mercados.

“A Bithumb prepara plataformas de negociação de acordo com o plano de expansão global e está procurando potenciais parceiros. Em seus estágios finais de desenvolvimento, as plataformas de negociação apoiarão USD/JPY/EUR/CNY/INR/GBP/AUD/CAD/PHP/RUB”, apontou a corretora.

Ainda no contexto de notícias sobre a Bithumb, vale ressaltar que anteriormente, a corretora passou por uma invasão durante a qual mais de US$30 milhões foram roubados. Pouco tempo depois, a plataforma já havia recuperado mais da metade dos fundos roubados. Por fim, que nesse contexto, o governo sul-coreano anunciou um enrijecimento da regulamentação para corretoras criptomonetárias.