Bithumb lucra US$35 milhões no primeiro semestre de 2018

A corretora coreana de criptomoedas, Bithumb, anunciou suporte aos Tokens OmiseGO (OMG) e Kyber Network (KNC).

Publicado em 24 de agosto de 2018 por

Nos primeiros seis meses de 2018, o lucro líquido da corretora sul-coreana Bithumb foi de 39,34 bilhões de won (cerca de US$35 milhões). Isso foi relatado pela CoinDesk com referência à mídia local.

A informação relevante foi divulgada ao controlador financeiro pela fabricante dos equipamentos de vídeo Vidente, que possui 10,55% na própria Bithumb e 10% na controladora da corretora.

Antes de deduzir os custos, a Bithumb conseguiu ganhar US$ 270 milhões, dos quais US$ 194 milhões representaram receita operacional. Dados para o mesmo período de 2017 não estão disponíveis, mas, de acordo com a Yonhap, o lucro anual da Bithumb para 2017 foi de US$380 milhões: 10 vezes maior que no primeiro semestre deste ano.

Em junho, a plataforma sofreu um ataque de hackers que resultou na perda de cerca de US$31 milhões, posteriormente informando que conseguiu recuperar metade dos fundos perdidos devido a novas injeções de liquidez.

Os problemas da Bithumb, no entanto, não pararam por aí: em janeiro, uma investigação foi iniciada contra ela em conexão à suposta evasão fiscal. Nenhuma violação, no entanto, foi encontrada. Como resultado da auditoria, a corretora foi condenada a pagar cerca de US$30 milhões em impostos.

Vale notar que ainda pouco tempo atrás, a Bithumb detinha uma posição de liderança em termos de volumes de negociação, mas depois perdeu uma parte significativa do mercado. Segundo a CoinMarketCap, hoje ela ocupa o 19º lugar com um volume de cerca de US$71 milhões, embora ainda em janeiro esse valor fosse de US$2,5 bilhões.

No início de agosto, os volumes diários da Bithumb caíram de US$350 milhões para US$250 milhões em apenas uma semana. Nesse contexto, incapaz de concluir um novo acordo com o banco, a corretora suspendeu o registro de novas contas virtuais.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment