Nasdaq pode adicionar suporte para criptomoedas em parceria com Gemini

Fundada pelos irmãos Winklevoss, a corretora de Bitcoins Gemini anunciou uma parceria com a Nasdaq, na qual utilizará a mais recente tecnologia SMARTS Market Surveillance para rastrear manipulações de negociação.

Publicado em 19 de agosto de 2018 por

A Nasdaq, segunda maior bolsa de valores do mundo, com uma capitalização de mercado de US$10 trilhões, pode lançar negociações em criptomoedas no segundo trimestre de 2019. Para isso, a instituição planeja empregar a arquitetura da corretora Gemini. Isso foi relatado pelo The ICO Journal com referência a fontes bem informadas próximas ao império criptomonetário dos irmãos Winklevoss.

A publicação afirma que a questão da possível cooperação e futura listagem de moedas digitais líquidas foi discutida em uma reunião secreta em Chicago, organizada pela Nasdaq.

Uma das fontes enfatizou que a bolsa de valores não está interessada em derivativos de criptomoedas ou ETFs do Bitcoin, mas sim, na listagem direta de moedas. No entanto, observou, há um problema relacionado à falta de infraestrutura para atores tão grandes. A solução foi supostamente sugerida pelos Winklevoss.

Vale ressaltar que uma das recentes publicações sobre a Gemini falou sobre a expansão do pessoal da empresa. A segunda fonte da publicação enfatiza que isso está diretamente relacionado ao trabalho com a Nasdaq, convencendo-se de que várias plataformas de negociação globais estão competindo pelo acesso ao mercado criptomonetários, incluindo a Intercontinental Exchange, a CME e a CBOE.

A publicação também contatou outros participantes da reunião secreta em Chicago, e nenhum deles refutou as informações recebidas das fontes.

A parceria entre a Gemini e a Nasdaq foi revelada ainda em abril, quando a corretora anunciou a utilização da tecnologia SMARTS Market Surveillance no rastreamento de manipulações de negociação.

Vale acrescentar que a chefa da Nasdaq, Adena Friedman, anteriormente disse que o mecanismo de pagamento globalizado baseado em criptomoedas permitirá pagamentos transfronteiriços e formará a base da economia da Internet. Ela também não excluiu a possibilidade de que a bolsa de valores um dia se tornasse uma corretora criptomonetária em um mercado regulado.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment