Kyle Samani, o sócio-gerente do fundo de investimento americano Multicoin Capital, está confiante de que os problemas financeiros da Bitmain, uma gigante chinesa de mineração, provavelmente pressionarão os preços do Litecoin (LTC) e do Bitcoin Cash (BCH).

Samani acredita que a redução de 50% dos funcionários da Bitmain é um sinal óbvio de que a empresa está com sérios problemas financeiros. Segundo ele, a gigante da mineração possui significativas reservas de BCH e LTC, que consequentemente, serão vendidos para manter a empresa flutuando.

De acordo com Samson Mow, diretor operacional da Blockstream, no entanto, a Bitmain planeja reduzir não 50, mas 85% da equipe, livrando-se das linhas secundárias de negócios – em particular, as iniciativas relacionadas à inteligência artificial deverão passar por reduções.

A popularidade da Bitmain vem caindo, e isso agrava o problema

Um dos motivos para isso são as variadas notícias negativas envolvendo a empresa, como por exemplo aquela do mês passado, em que a Bitamain foi acusada de usar as capacidades dos usuários para minerar criptomoedas. Gor Gevorkyan, o minerador que acusou a empresa, declarou que aproximadamente dois anos antes, os dispositivos ASIC da Bitmain funcionavam no modo de baixa energia e não mineravam criptomoedas de modo correto.

Outra notícia, dessa vez dizendo que a empresa estaria fechando seu centro de pesquisas em Israel, por sua vez, ligou o alerta para os problemas financeiros da startup.

Por fim, um ponto que causou mal-estar foram os rumores da saída de Jihan Wu do conselho de administração, posteriormente desmentidos pela Bitmain: Nishant Sharma, o gerente de marketing da companhia, confirmou que o conselho de diretores da empresa havia passado por mudanças de pessoal, mas chamou as informações de que Jihan Wu havia deixado o posto de presidente de falsas.